quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Coquelicot - Carl Marletti Pâtissier

Le Dôme Blanc - création Carl Marletti

Photos: Greg NUNEZ
Uma amiga chegou do Brasil trazendo milhões de encomendas para mim: remédio manipulado para inibir o apetite, balas de colágeno para beliscar menos durante o dia. Trouxe também bala de coco e pão de queijo  – esses 2 itens eram encomendas para o aniversário da minha filha. 

Em sua viagem à Paris, ela havia planejado visitar pâtisseries premiadas. Num de seus passeios, a acompanhei. Deixei os compridos manipulados em casa, e me aventurei. Naquela manhã, na “linha rosa” do metrô, descemos na Censier Daunbenton. 

Ao sair do metrô, logo encontramos a boutique de doces assinados por Carl Marletti, aberta em 2007 . Singela, chique e charmosa. Lá, tudo estava bem apresentado, bonito, colorido, dos olhos parecia deslizar direto para a boca - eu salivava, feito cão sem dono (mas discretamente!).

pâtisserie clássica francesa se exibia no balcão de vidro. Millefeuille (baunilha, frutas vermelhas, chocolate, praliné). Tartelettes (limão, frutas da estação). Pâtes à choux (religieuseseclairs)Macarons.

E as criações próprias. Um capítulo à parte de sabor e criatividade, inclusive a arquitetura dos nomes:  Le Dôme Noir, Le Dôme Blanc, Le Dome Coquelicot, Le Censier, La Marie-Antoinette, La Folie, Le Désir
Loucura, desejo, censura... Poesia crocante. Ao unir o nome ao doce, tudo se encaixa aos 5 sentidos. Marletti foi chef pâtissier do Grand Hôtel Intercontinental, dono do Café de la Paix, premiado ao fazer uma releitura do “mil folhas” e criar o cinq-cents feuilles.

Dos 4 doces que escolhemos, um era para Luna. La Dôme Coquelicot. Coquelicot é uma flor delicada, comum nos campos europeus a partir do mês de abril. É também o perfume usado nessa pâtisserie de cor rosa vibrante e forma lúdica.
Voilà Le Dôme Coquelicot antes de derreter
Ao chegar em casa, depois de 40 minutos dentro do meu carro-estufa, o doce havia derretido... Ainda assim, pude experimentar um bocadinho de ternura misturada com brisa matinal. Em pequenas colheradas, provamos o sabor especial da mousse posta sobre bolacha “levemente” de amêndoas, com geléia de “griottes”.

Deixei o regime para  a semana seguinte, junto com a volta às corridas de final de tarde... Os preços da boutique de Marletti são acessíveis aos reles mortais (média de 4 euros), eu voltaria lá (ah voltarei!), depois de queimar algumas calorias!

ps: a pâtisserie é uma ciência, pergunte ao atendente da boutique como transportar e conservar o doce, se não for comer na hora.

Carl Marletti Pâtissier
5éme arrondissement
tel: 01 43 31 68 12
51, rue Censier - PARIS
de terça a sábado das 10h às 20h
domingos das 10h às 13h30

6 comentários:

  1. Ja fiquei com vontade so de ler...imagina quando eu visitar esta doceria.....otima dica para os gulosos de plantao (como eu!)

    ResponderExcluir
  2. Não acredito...é só pra nos matar de vontade!!! Será que ele não quer se instalar no Brasil, assim em Sampa, na Vila Beatriz e ser meu sócio!!!kkkkk Vai organizando roteiros de Paris que vou te mandar clientes!!!!

    ResponderExcluir
  3. E a pâtisserie fica no 5ème arrondissement, um bairro agitado e cultural: galerias modernas, restaurantes corsas, feirinhas de frutos do mar, queijos...Um passeio a se fazer!

    ResponderExcluir
  4. Somente hoje li. E me deu uma saudade imensa, dos doces, dos passeios, da cidade, de você.

    ResponderExcluir
  5. Simplismente maravilhoso!
    Espero logo poder provar pessoalmente casa uma dessas delicias! rsrs

    Muitas saudades de vocês!

    ResponderExcluir